Você está aqui: Página Inicial > Contents > Menu > Principal > Saúde e Qualidade de Vida > Dicas sobre saúde e qualidade de vida
conteúdo

Dicas sobre saúde e qualidade de vida

por Janeilza Márcia de Sales publicado 06/04/2021 18h14, última modificação 06/04/2021 18h27

Em tempos de pandemia e, consequentemente, isolamento social, como anda a sua rotina diária? Você está praticando algum tipo de atividade física? A sua dieta está balanceada? Está cuidando da sua saúde bucal? E da sua saúde emocional? Como anda a sua vida social? Está trabalhando em home office de forma ergonomicamente adequada?

Os fatores acima são essenciais para a promoção da saúde e da qualidade de vida. Por isso, a equipe multiprofissional da DQVS e da DIST dá algumas dicas.

Dica 1 - Enfermagem e saúde física

- Atividades Físicas e Exercícios Físicos:

A atividade física é fundamental para a saúde do corpo e da mente, principalmente, neste momento de enfrentamento ao Coronavírus.

A rápida e incontrolável disseminação do novo Coronavírus (SARS-CoV-2) pelo mundo, aliada à sua gravidade e a necessidade de isolamento social, contribuem para o estilo de vida sedentário, o qual é prejudicial para o nosso sistema imune. Além disto, o fato de ficarmos “parados” e muitas vezes nos alimentando inadequadamente, favorece o ganho de peso, o aumento da pressão arterial, da glicose (açúcar) e lipídeos (gorduras) no sangue, o que aumenta o risco de doenças cardiovasculares e metabólicas, como a hipertensão e o diabetes, os quais têm sido associados ao pior prognóstico em pacientes idosos acometidos pela COVID-19.

Neste sentido, recomenda-se fortemente um estilo de vida fisicamente ativo em ambiente domiciliar durante essa pandemia, optando por praticar atividades físicas em sua residência ao invés de sair para espaços compartilhados como academias e clubes de ginástica coletiva.

Evite permanecer por longos períodos sentado, deitado, ou utilizando dispositivos eletrônicos. Busque intercalar momentos de inatividade física com momentos fisicamente ativos (por exemplo, a cada 15-30 minutos parado, realize 15 minutos de atividade física; movimente as pernas e braços enquanto estiver sentado ou deitado; assista TV em pé por alguns minutos).

Reserve momentos para alongamento e relaxamento. Isso poderá ajudar no combate ao estresse e à ansiedade decorrente do isolamento domiciliar.

Caso não haja decretos restritivos e opte por ciclismo ou caminhada, escolha um local ao ar livre e amplo, respeite o distanciamento mínimo, use máscaras, bem como leve uma máscara extra e álcool em gel.

Após a pandemia é importante aproveitar os momentos livres para fazer passeios com familiares e amigos, festejar, confraternizar e, além da atividade física, buscar implementar ao seu cotidiano um programa de exercícios físicos, sejam eles individuais (corrida, caminhada, natação etc) ou coletivos (futebol, voleibol, basqueteboletc).

- Sono e Repouso:

É fundamental ter uma boa noite de sono para se viver com disposição e tranquilidade. Considera-se uma boa noite de sono aquela com poucas interrupções e com duração entre 6 e 9 horas. Deve-se evitar refeições pesadas e exercícios físicos intensos ao menos três horas antes de dormir.

Dica 2 - Nutrição

A pandemia do Coronavírus (COVID-19) especialmente em função do isolamento social necessário trouxe novas configurações de trabalho, interação e também mudanças de hábitos relacionados à alimentação. A alimentação saudável é primordial para manter a saúde e o sistema imunológico em ótimas condições. Por isso:

- Faça, no mínimo, cinco refeições ao dia (café da manhã, lanche, almoço, lanche e jantar);

- Coma frutas, legumes e verduras variados diariamente;

- Evite refrigerantes e salgadinhos;

- Beba pelo menos dois litros (6 a 8 copos) de água por dia;

- Faça as refeições em ambiente calmo e nunca assistindo televisão;

- Evite comer em excesso quando estiver nervoso ou ansioso;

- Acesse informações sobre alimentação de fontes confiáveis.

Clique aqui e conheça o Guia Alimentar para a População Brasileira

Dica 3 - Psicologia

Dentre os efeitos colaterais do isolamento enquanto ferramenta de redução do contágio por COVID-19, o impacto sobre a saúde mental das pessoas está quase sempre presente de algum modo, podendo gerar queda significativa na qualidade de vida. Por isso:

- Para aqueles que estão em regime de teletrabalho, elabore um cronograma semelhante ao do trabalho presencial, com horários de início, intervalo e término predeterminados, e a preparação do ambiente doméstico – na medida do possível – de forma que se evitem situações que possam atrapalhar sua atividade laborativa e lhe cause estresse;

- Selecione as informações, pois além da possibilidade do acesso a notícias falsas, amplamente propagadas nas redes sociais, o excesso de informações pode provocar um estado de alerta constante, gerando ansiedade e prejudicando a capacidade de discernimento. Tente acessar canais oficiais e foque em informações otimistas;

- Ocupe sua mente com pensamentos otimistas. A posição positiva diante da vida favorece a identificação de oportunidades e soluções, inclusive em momentos de crise;

- Amplie seus conhecimentos e se aperfeiçoe, realize cursos à distância na sua área de interesse;

- Leia bons livros, assista a bons filmes, pratique um hobby;

- Escolha atividades com as quais tenha prazer;

- Não tenha medo de fazer coisas novas: experimente-as ou mude a atividade regularmente para não se sentir entediado;

- Faça meditação e relaxamento, pois promovem vários benefícios para a saúde física e mental;

- Mantenha a higiene do sono, de forma que ele não seja mais um estressor dentro da realidade a qual estamos em processo de adaptação, pois ele tem papel fundamental no sistema imunológico e na regulação emocional.

Dica 4 - Saúde da boca

As pessoas estão ficando mais tempo em casa durante a pandemia, e por isso acabam consumindo mais alimentos ricos em açúcar.  O açúcar promove o desenvolvimento de placas nos dentes e estas causam acúmulo de ácido que desmineraliza o esmalte do dente causando cárie. Sem tratamento, a cárie pode penetrar mais profundamente no dente provocando dor ou, em casos mais graves, a perda do dente. Mantenha os dentes e as gengivas saudáveis da seguinte forma:

- Ingira alimentos balanceados e evitar comer entre as principais refeições;

- Escove bem os dentes e usar o fio dental diariamente;

- Use creme dental com flúor;

- Escove a língua;

Dica 5 - Serviço Social

- Com o isolamento domiciliar e, a consequente mudança na rotina dos membros da família, é necessário ajustar a rotina à nova realidade a partir do diálogo e da colaboração de todos os integrantes;

- Colabore com a construção de um ambiente familiar harmônico e saudável;

- Proponha ações de integração com os seus parentes corresidentes, como praticar uma atividade em que possam se divertir juntos. Veja isso como uma atividade social;

- Ligue para os amigos e familiares, faça videoconferências, mande mensagens;

- Seja resiliente e busque encontrar o seu equilíbrio. Mudanças no agir e pensar, às vezes são necessárias;

- Pratique a espiritualidade, a OMS já reconhece a importância do fator espiritualidade para a saúde. Cientistas da Universidade Duke, nos Estados Unidos, confirmaram que a dimensão espiritual pode influenciar a capacidade orgânica de enfrentar doenças. Quando exercita sua espiritualidade, é fortalecido o lobo frontal, parte do cérebro que ativa o sistema imunológico. Além de um sistema de defesa orgânico muito mais forte, as pessoas têm mais saúde física e mental.

Dica 5 - Segurança do trabalho

- Assim como no trabalho presencial, somente inicie as suas atividades diárias se considerar estar apto(a) física e mentalmente para tal;

-Faça pausas curtas em intervalos regulares para alongar e hidratar o corpo. Isto poderá reduzir as chances do surgimento de lesões osteomusculares;

- Mantenha o seu espaço de trabalho limpo e organizado. Além de tornar o ambiente mais agradável e higiênico, esta ação ajuda a reduzir acidentes e doenças.

- Fique atento à iluminação, ventilação e ruídos do ambiente, de modo que o posto de trabalho seja confortável e saudável;

- Nos trabalhos executados na modalidade de home office e com a utilização de computadores, notebooks e afins, o posto de trabalho deve ser adequado à atividade e às medidas antropométricas (altura, peso, etc.) do indivíduo; A parte superior do monitor deverá ser regulada de forma a estar em linha com os olhos do trabalhador. É preferível que o assento possua regulagens de altura e no encosto; A coluna deve permanecer ereta e o ângulo entre o braço e o antebraço, nos serviços de digitação, devem ser de aproximadamente 90°; A planta dos pés deve estar apoiada sobre o piso ou sobre o apoio para pés. Apoios de braço e de punho também são recomendados.

Fontes:

http://rlsolucoes.com.br/noticias/6-de-abril-dia-de-enaltecer-saude-qualidade-de-vida-e-pratica-de-atividades-fisicas/
https://blog.abramge.com.br/saude-em-geral/dia-nacional-de-mobilizacao-pela-promocao-da-saude/
https://logserviceltda.com.br/dia-nacional-de-mobilizacao-pela-promocao-da-saude-e-qualidade-de-vida/
http://www1.imip.org.br/imip/noticias/dia-nacional-da-saude-confira-algumas-dicas-para-manter-uma-boa-qualidade-de-vida.html
http://bvs.saude.gov.br/ultimas-noticias/2660-06-4-dia-mundial-da-atividade-fisica-e-dia-nacional-de-mobilizacao-pela-promocao-da-saude-e-qualidade-de-vida
https://registro.portaldacidade.com/m/noticias/saude/dia-nacional-da-mobilizacao-pela-promocao-da-saude-e-qualidade-de-vida-0427
NAHAS, Markus Vinicius. ATIVIDADE FÍSICA, SAÚDE E QUALIDADE DE VIDA: Conceitos e Sugestões para um Estilo de Vida Ativo. 4°. ed. rev. e atual. Londrina: Midiograf, 2006
https://www.portal.cardiol.br/post/atividade-f%C3%ADsica-durante-a-pandemia-de-coronav%C3%ADrus